segunda-feira, 2 de junho de 2008

Rock in Rio (a abrir...)



Com previsões de chuva e vento e o cansaço acumulado da semana laboral, na sexta-feira fui ao primeiro dia do ROCK IN RIO 2008. De referir que fui somente pelo LENNY KRAVITZ! (...quem foi pela Amy Winehouse teve uma grande desilusão…)

O quarteto fantástico chegou ao Parque da Bela Vista por volta das 20:30 horas, o que significa que apanhou a actuação da IVETA-tira-o-pé-do-chão-SEMGALO. Claro que nenhum de nós fazia questão de ver a brasileira, aliás até queríamos evitar a ‘poeira’, mas com receio de não arranjar lugar para o bólide, acabámos por chegar mais cedo do que o previsto.

Já não bastava cantar as canções do seu repertório, a IVETE SANGALO ainda decidiu cantar uma canção do ALEJANDRO SANZ, o famoso “Corazón Partío”… Eu ia tendo um ataque! A brasileira a cantar em espanhol é um horror! *

A Ivete calou-se por volta das 21:30 horas e as 22:00 horas era suposto entrar em cena AMY WINEHOUSE… mas a Miss ‘Adega’ apenas pisou o Palco Mundo às 22:35 horas e em mau estado! A mulher estava um autêntico caos, sem maquilhagem, com profundas olheiras e um enorme hematoma no pescoço (provavelmente teve dificuldade em injectar-se, coitada…) Resultado: a AMY WINEHOUSE cantou pouco e mal, e quase caiu do palco abaixo! E ainda teve a lata de dizer que o Lenny Kravitz, se tropeçasse, ficaria envergonhado mas ela não! Pois… mas o Lenny não esteve a beber antes e durante o concerto!

A Amy calou-se por volta das 23:15 horas… e a malta ficou à espera do LENNY KRAVITZ. E cinco minutos depois da meia-noite o meu ‘mentor espiritual’ arrancou em grande, com fogo-de-artifício e tudo! Ao contrário da sua antecessora, o Sr. Leonard Albert sabe o que faz, é um grande profissional, e quer se goste quer não se goste, o homem salvou a noite! Pessoalmente ADOREI! Eu sou suspeita porque tenho uma debilidade por ele há muitos anos, mas ele -cada vez- está melhor… como artista e como homem! Já vi três concertos do ‘black jew’ e foi um prazer ver e ouvir “Fields of Joy” (do album “Mama Said” de 1991) que ele não cantava há uns largos anos! E fartei-me de cantar e dançar... e de babar! Sim, quando o Lenny abanou aquele corpo cheio de 'soul' and 'funk', aqui a pobre tareca não aguentou e babou!

E apesar das dores (desde o pescoço até aos pés...) eu ficaria a noite toda a ouvir o LENNY KRAVITZ. De preferência a cantar só para mim…

And as long as I'm livin'
I'll be waitin'
As long as I'm breathin'
I'll be there
Whenever you call me
I'll be waitin'
Whenever you need me
I'll be there

(cause) I'm the one who really love ya, baby!

6 comentários:

hierra disse...

A Ivete já faz parte da mobília do rock in rio...eu acho que ela está cada vez mais roliça, a par com o Alexandro Sanz, da Alanis...resta o lenny, o jon bon jovi e o rod stewart...para darem um exemplo de profissionalismo, por grandes actuações e por continuarem após largos anos aí para as curvas....lol

Dudu disse...

Vi pela TV, uma Amy decadente é certo...mas gostei de rever o Lenny que já assisti ao vivo no restelo e que na altura adorei...e desta vez não foi excepcção.

eumesma disse...

Estive lá (olha, não te bi!!!) :-) e partilho tudo k dizes... Tb cantei ke me fartei com o Lenny e de facto o moçito está ainda ali para as curvas, adorei o concerto e o moçito e em homenage a ele até coloquei uma musiquita lá meu tasco...:-) A Amy tadita, bem tentou, mas foi aquilo que se viu...
Bjs

GATA disse...

HIERRA: a Ivete dever ter um contrato 'ad eternum' com o Rock in Rio... raios-partam-a-mulher! Realmente, ela com aquele fato preto justo não ficava nada favorecida! Mas a Alanis, apesar de cheiinha, estava gira (os rumores dizem que está grávida). Agora o Alejandro, deve querer fazer concorrência ao Tim dos Xutos e Pontapés! :-) Com excepção da Amy ‘Adega’, eu acho que as actuações foram boas e houve música de todos os géneros e para todos os gostos, claro que o pessoal com mais anos de carreira e de experiência tem obrigação de marcar a diferença... pela positiva, claro!

GATA disse...

DUDU: a actuação da Amy foi um horror! Mas quem tem a culpa é quem a contrata!!! Agora o Lenny é outra história, o homem é bom... a todos os níveis! :-) Eu também vi o Sr. Kravitz no Restelo em 2002 e no Super Bock Super Rock em 2004!

GATA disse...

EUMESMA: no meio de quase 100 mil pessoas era dificil veres-me, não achas?! Eu gostei imenso da actuação do Lenny mas eu sou suspeita porque gosto dele desde o primeiro album "Let Love Rule" em 1989. Em relação à Amy... só gosto dela em disco, e tinha dispensado a sua presença no festival...