segunda-feira, 30 de março de 2009

ENSAIO AMARGO (teatro)



"O destino do mundo não é regido pelo amor.
Nesse ponto, a mente da mulher está ligeiramente equivocada."

(R.W. Fassbinder)

Na sexta-feira (27 de Março) celebrou-se do Dia Mundial do Teatro.

Num país onde ir ao teatro não é um hábito como ir ao cinema, a efeméride passou quase despercebida.

Por motivos 'logísticos', na sexta-feira não fui ao teatro mas no sábado fui ver "ENSAIO AMARGO SOBRE PETRA VON KANT", uma adaptação da peça "As Lágrimas Amargas de Petra Von Kant" de Rainer Werner Fassbinder, com encenação de Sophie Pinto e interpretação de Filipa Leão, Karin Kaasa, Vanda Cerejo, com Lousy Guru (música ao vivo), no Teatro do Bocage.

Eu sou fã da obra de RAINER WERNER FASSBINDER e já vi várias adaptações desta peça mas esta versão de SOPHIE PINTO é bastante boa: em termos de interpretação, o trabalho das actrizes é convincente (destaque para FILIPA LEÃO como Petra); em termos de encenação, a solução para o último acto é interessante. Mas a 'banda sonora' da peça, interpretada ao vivo pela banda LOUSY GURU (vide myspace) é surpreendente!

Um espectáculo que recomendo, caso seja reposto (ontem, domingo, foi a última representação) até porque 40 anos depois -a peça é de 1971- a temática continua actual... Porque independentemente do género, idade, raça, opção sexual ou posição social... trata-se da vivência de uma desilusão amorosa.

16 comentários:

Maldonado disse...

Deve ser uma peça fantástica, pois o filme é o meu preferido de Fassbinder.
Tal como tu, sou fã de Fassbinder. A sua abordagem da condição humana é bastante tocante e intensa.
Estou a ver que és uma rapariga de gostos muito refinados... ;)
Sinto muita pena de ter perdido esse evento... :(

Kitty Fane disse...

Ai, melher, as desilusões amorosas são um drama. :-D

Djinn disse...

Eu gostei bastante, achei a interpretação de facto fantástica, e o tema...sempre actual!

Sunrise disse...

Um tema intemporal, sem dúvidas.

Abobrinha disse...

Olha, eu não sabia que era o dia Mundial do Teatro e fui ao teatro pela primeira vez em muito tempo (tempo a mais, tenho que confessar). E no outro dia fui ver... o Clive Owen ao cinema. A história era estranha, mas para ver o homem vale a pena.

A peça que fui ver era hilariante, mas realmente por 19 euros... é um bocadinho!

Quanto à desilusão amorosa... olha, é a vida! Não perdendo a fé no abstracto, no concreto tenho que confessar que começa a tornar-se complicado!

Afrika disse...

Em Portugal nao es habito ir-se ao Teatro, e porque nao? Porque nao ha divulgacao, porque os meios nao pra o teatro nao tem a mesma forca que pra o cinema! Enfim :(

Quanto a peca que foste ver, pois bem, tudo o que tenha a ver com sentimentos sera intemporal!

Beijoka

Salto-Alto disse...

Parece ser uma peça muito boa!

GATA disse...

MALDONADO: de R. W. Fassbinder gosto de "As Lágrimas Amargas de Petra Von Kant", de "O Casamento de Maria Braun" e -sobretudo- de "Berlin Alexanderplatz", mas não gosto de "Querelle"...

PS: se a peça for reposta, eu aviso! :-)

GATA disse...

KITTY FANE: um drama? nãooo... uma tragédia!

GATA disse...

DJINN: já conhecia e já tinha visto duas versões... também gostei da interpretação mas adorei a música!

GATA disse...

SUNRISE: enquanto houver pessoas, haverá amores e desamores.

GATA disse...

ABOBRINHA: ir ao teatro é caro, mas ir ao cinema não é barato... mas as pessoas vão mais ao cinema e menos ao teatro.

O preço da 'minha' peça era 10,00 € (7,50 para estudantes)... O preço da 'tua' peça era 19,00 €... mas que peça era???

PS: os amores são como as marés, vão e vêm!

GATA disse...

AFRIKA: pois, em Portugal perdeu-se o hábito de ir-se ao Teatro, agora as pessoas preferem ficar em casa e ver telenovelas! (credo)

PS: "that ol' devil called love"...

GATA disse...

SALTO-ALTO: se tiveres curiosidade, existe em filme!

Abobrinha disse...

Gata

Era o Caveman. Era o máximo, mas realmente era um bocado caro.

Pois eu tenho andado mais selectiva com o cinema. Porque realmente já foi mais barato e também porque há coisas com as quais já me aborrece perder tempo!

GATA disse...

ABOBRINHA: oki doki! :-)