segunda-feira, 14 de abril de 2014

SUE TOWNSEND: 1946/2014


A escritora britânica SUE TOWNSEND, autora do personagem Adrian Mole, faleceu na semana passada, com 68 anos.

Com 15 abandonou os estudos. Com 18 anos casou-se. Com 23 anos era mãe de três filhos, estava divorciada e tinha três trabalhos em part-time ("One for each child!", disse uma vez), e vivia com inúmeras dificuldade numa casa de renda subsidiada, mas escrevia secretamente. 

Um dia revelou a sua paixão ao seu segundo marido, Colin, e ele incentivou-a a fazer um curso de escrita, mas o sucesso profissional e financeiro chegou apenas por volta dos 35 anos com o diário de um adolescente chamado Adrian Mole, que era, também, um retrato de um país na década de 80 no século 20, governado pela mulher que ficou na História como a Dama de Ferro, Margaret Thatcher. 

"O Diário Secreto de Adrian Mole aos 13 Anos e 3/4" foi, inicialmente, uma obra de teatro radiofónico, mas o sucesso foi tanto que que a BBC transformou a obra numa série televisiva. Adrian Mole cresceu com os anos e com os livros: "Adrian Mole e as Armas de Destruição Massiva", 'influenciado pela participação do Reino Unido na Guerra do Iraque, e "Adrian Mole: Os Anos da Próstata" - o último da série. 

SUE TOWNSEND escreveu também "A Rainha e Eu", sobre a queda da monarquia no Reino Unido e a mudança da Família Real para um bairro social e uma casa camarária; "Número Dez", uma sátira ao então Primeiro-Ministro Tony Blair; e "Rainha Camila", sobre (finalmente) a abdicação de Elizabeth e a ascensão de Carlos - e Camila - ao Trono de Inglaterra. 

Em 2001 ficou cega por causa da diabetes, e os seus três últimos livros foram 'escritos' ditados a Sean, o seu filho mais velho. Em 2007, entrou em falência renal e durante dois anos fez hemodíalise. Em 2009 fez um transplante com um rim doado pelo seu filho mais velho, Sean. Ultimamente deslocava-se em cadeira de rodas, por causa da artite degenerativa. Em 2012 sofreu uma apoplexia e a possível publicação de mais um livro sobre Adrian Mole foi adiada...

8 comentários:

_+*Ælitis*+_ disse...

Tão triste... Uma vida de muita luta...

Gostava muito dos livros dela, acredito que tenha lido uns 4.

RIP

hierra disse...

Uma vida difícil...mesmo! Mas o Diário de Adrian Mole era muito engraçado e depois já passado uns anos foi publicado novo livro que era ele na fase cappuccino ou assim qualquer coisa do género!
Os outros livros dela deixaram-me curiosa...

Vespinha disse...

Agora é que me surpreendeste... o que eu me ri com o diário de Adrian Mole.

GATA disse...

_+*ÆLITIS*+_: uma vida de muito sofrimento mas, também, de muito talento!

Eu tenho - e li, claro - os livros todos da série do Adrian Mole e as novelas todas, excepto a novela "Ghost Children" e as obras de teatro.

GATA disse...

HIERRA: o mérito da Sue Townsend é que o personagem Adrian Mole cresceu com a sua geração de leitores e admiradores.

Os livros da série do Adrian Mole são 8:
- "O diário secreto de Adrian Moleu aos 13 Anos e 3/4"
- "Adrian Mole na Crise da Adolescência"
- "As Confissões de Adrian Mole & Ca."
- "Os Anos Amargos de Adrian Mole"
- "Adrian Mole na Idade do Cappuccino"
- "Adrian Mole e as Armas de Destruição Massiva"
- "Os Diários Perdidos de Adrian Mole"
- "Adrian Mole: Os Anos da Próstata"

A Sue Townsend estava a preparar, para publicar ainda em 2014, um livro da série do Adrian Mole chamado "Pandora's Box"...

GATA disse...

VESPINHA: um humor mordaz mas sagaz! :-)

Gata disse...

Já vi que o filho dela é um anjo...
Beijinhos

GATA disse...

GATA: primaaa, eu pergunto se teria coragem e se seria capaz do mesmo...

Bjinhauuu!!!