quinta-feira, 5 de setembro de 2013

“Brasil! / mostra tua cara / quero ver quem paga / p’ra gente ficar assim?” *

Quem me conhece sabe que não simpatizo com nacionais do Brasil, e sou - certamente - a única portuguesa que não sonha visitar as Terras de Vera-Cruz [uma das amigas de infância da minha progenitora vive em São Paulo, portanto oportunidades nunca faltaram, e nem assim...]

Ontem, profissionalmente, eu contactei telefonicamente o Consulado do Brasil em Lisboa [Nota: somente possível porque "eu conheço alguém que conhece alguém", pois o Consulado do Brasil em Lisboa não atende ninguém telefonicamente!]... Bem, eu não sei se fui atendida por um homem ou uma mulher, mas sei que se fosse presencialmente espetava-lhe uma unha em cada olho!

Primeiro, quando eu disse que a ligação estava com interferências e não tinha entendido o que me tinha dito, a criatura repetiu em voz alta e lenta. Oi??? eu não sou surda nem burra, ok???

Segundo, como não sabia o que eu pedia, a criatura disse: "Eu não sei. Adeus." e desligou. Oi??? Adeus?!, eu não sou o elo mais fraco, ok???

Terceiro, um país que obriga o meu país a fazer um (Des)Acordo Ortográfico, não merece a minha simpatia e muito menos o meu respeito!

* "Brasil", de 1988, é uma canção do camtor e compositor brasileiro CAZUZA, que merece o meu respeito como artista.

15 comentários:

L'Enfant Terrible disse...

Deixa-os pousar, se bem conheço o Brasil, agora estão em grande, mas tal durará certamente pouco tempo!

S* disse...

Ora bem, eu não tenho nada contra o Brasil mas como não sou fã de férias de praia-praia-praia, dispenso visitar. :)

Logan disse...

dá um tapa telefónico nela xD

mmm´s disse...

Gostei tanto deste post!
Posso assinar como forma de subscrição? :-)

Anónimo disse...

O Brasil obrigou Portugal? Não sabia que o Brasil era tão poderoso e Portugal abria mão da sua soberania por tão pouco. Desconfio seja mais um exemplo da mania que têm os portugueses de pôr a culpa aos outros quando algo não lhes corre bem. Quem se der ao trabalho de estudar a história do tal acordo, verá que a idéia nasceu em Portugal, da cabeça de seus iluminados intelectuais e políticos. Logo, se alguém obrigou alguém, foi Portugal quem o fez ao Brasil.

Portuguesinha disse...

Infelizmente já podemos riscar o nome BRASIL do refrão da letra da música e colocar PORTUGAL :(

São culturas, por vezes aparecem dessas "preciosidades" nojentas. No UK também deparei com umas poucas assim.

Gata disse...

"Eu não sei. Adeus", 'tá fixe, ou melhor, 'tá legal! Que saco, hein? ;)

GATA disse...

L'ENFANT TERRIBLE: ...que pousem, mas longe, bué bué bué de longe, de mim!

GATA disse...

S*: não sou fã de praia, nem de carnaval, nem de samba, nem de caipirinhas, nem de telenovelas... :-)

GATA disse...

LOGAN: ...eu dava-lhe uma unhada em cada olho e presencialmente!

GATA disse...

MMM'S: obrigadaaa!!! :-)

GATA disse...

ANÓNIMO: ...citando o Vitorino Nemésio, "se bem me lembro" a telenovela brasileira "Gabriela", a primeira exibida em Portugal, no ido ano de 1977, passou SEM legendas (e as seguintes, idem); no entanto, ainda há muitos poucos anos, as produções portuguesas exibidas no Brasil passavam COM legendas!!!

...citando o Luís Filipe Scolari, "e o burro sou eu?!"

Nem nos PALOPs!!!

GATA disse...

PORTUGUESINHA: eu não me identifico com a cultura brasileira mas respeito, então os brasileiros que respeitem, também, a cultura portuguesa!

GATA disse...

GATA: primaaa, eu metia a criatura no saco e 'jogava' no fundo do mar! :-)

Bonitinha disse...

Bem eu confesso que não apesar de ter morado quase 7 anos em Portugal, não simpatizava nem um pouco com os portugueses no geral, mas isto mudou com o tempo. Percebi que há pessoas boas e estúpidas em todos os lados e que felizmente havia encontrado em meu percurso muito mais gente interessante que o contrário.
Só explique-me porque não atendem o telefone no consulado,sempre me atenderam e por email também. A atitude da funcionária foi péssima, é verdade, completamente mal educada.
Agora quanto à produções portuguesas passarem legendadas, desconheço porque em todo o tempo que morei no Brasil NENHUMA produção portuguesa passou na tv e no cinema. E a Sic internacional que é a única tv portuguesa paga não tem legendas.