segunda-feira, 2 de junho de 2014

Rock in Rio 2014 [adenda]

Para NÃO variar, as críticas do costume ao Rock in Rio:

- a fraca oferta da restauração: tanto a nível de comida como a nível de sítios para sentar e comer [sobretudo quando comparada com a oferta do Optimus Alive];

- as intalações sanitárias:em 2014 havia WCs modernos e não medievais como em 2012... [mas, no entanto, apesar dos grandes cartazes a dizer "não colocar papel na sanita", ainda há mulheres que não sabem ler e havia sanitas cheiaaasss de papel...!!!];

- o 'plano inclinado' do espaço [ai as minhas 'cruzes'!]

- o vento, o maldito vento [eu entro com o cabelo liso e saio com o cabelo com rastas!]

- o pó, o maldito pó [...e não falo do 'branco', falo mesmo do castanho!!!]

Adenda: eu fui a cinco das seis edições do Rock in Rio e nunca recebi uma ofertazita, porque para tal eu tenho que ir para filas e estar, talvez, horas à espera para receber um lenço, um chapéu, um sofá de plástico... Uma vez mais, a comparação: no Optimus Alive, os promotores estão no recinto e dão ofertas.

7 comentários:

hierra disse...

Eu por acaso tenho aprendido a gostar do recinto do RIR...Claro que quanto à restauração tens razão, o Alive tem muito mas muito mais oferta e comes sentada sem grande dificuldade!
Os WC este ano já havia melhores, vá lá:)
De facto, quanto às ofertas falham, ou estamos a ver concertos ou estamos na fila para receber brindes....não tenho um único brinde recebido no RIR em comparação com o Alive que tenho sempre um por ano !

hierra disse...

Eu por acaso tenho aprendido a gostar do recinto do RIR...Claro que quanto à restauração tens razão, o Alive tem muito mas muito mais oferta e comes sentada sem grande dificuldade!
Os WC este ano já havia melhores, vá lá:)
De facto, quanto às ofertas falham, ou estamos a ver concertos ou estamos na fila para receber brindes....não tenho um único brinde recebido no RIR em comparação com o Alive que tenho sempre um por ano !

hierra disse...

Eu por acaso tenho aprendido a gostar do recinto do RIR...Claro que quanto à restauração tens razão, o Alive tem muito mas muito mais oferta e comes sentada sem grande dificuldade!
Os WC este ano já havia melhores, vá lá:)
De facto, quanto às ofertas falham, ou estamos a ver concertos ou estamos na fila para receber brindes....não tenho um único brinde recebido no RIR em comparação com o Alive que tenho sempre um por ano !

The Crow disse...

É curiosa a questão dos brindes e afins... A organização diz que o RIR não é apenas um festival de música, mas sim um evento de activação de marcas... Pelos vistos, essa activação não está a ser bem feita...

Dudu disse...

Das seis fui a quatro edições e apenas utilizei o wc a primeira vez, fiquei traumatizada, a minha bexiga nestes dias aguenta e o consumo de líquidos é mais controlado. Quando viemos embora os dedos não deslizavam pelo cabelo parecia que estava cheio de laca. Também não tenho paciência para as filas de merchandising, mas trouxe um lenço/cachecol enorme porque o meu marido com o seu 1.95m fez sombra a um miúdo que se negou a entregar porque ele simplesmente os transportava para o sitio onde os iam dar. E numa das nossas voltas fomos abordados por uma meninas com uma caixas na mão com cápsulas de café compatíveis com as maquinas nespresso.

SuperSónica disse...

Nunca fui a nenhum, mas este ano não iria mesmo. Não havia lá nada que me fizesse gastar 65€!

C*inderela disse...

Nunca fui a nenhum festival desse tipo, acho muita confusão para a minha pessoa! :) E como não gosto de acampar muitas horas pelos artistas, acho que só iria conseguir ver o palco de binoculos.